Ireneu e o Dom de Línguas

O dom de línguas de acordo com o padre da Igreja do segundo século, Ireneu.

Ireneu, de acordo com a Wikipedia “foi um bispo cristão de Lugdunum na Gália, na época, uma parte do império romano (agora Lyon, na França). Ele foi um padre e apologista da igreja primitiva, seus escritos foram fundamentais no início do desenvolvimento da teologia cristã. Ele foi um discípulo de Policarpo, que, conforme nos é dito, era um discípulo de João, o Evangelista“.

As seguintes traduções para o inglês (que aqui foram traduzidas para o português) podem ser encontradas no site New Advent , que tem uma reprodução digital dos livros dos Padres Ante-Nicenos pela Christian Publishing Company de 1885. (As traduções não foram postas à prova contra os textos em grego ou latim).

Contra Heresias (Livro 3, Capítulo 12:1)

“Quando o Espírito Santo desceu sobre os discípulos, para que todos pudessem profetizar e falar em línguas, e alguns zombavam deles como se os discípulos estivessem embriagados com vinho novo, Pedro disse que eles não estavam embriagados, pois ainda era a terceira hora do dia; ao invés, isso que acontecia era o que tinha sido dito pelo profeta: E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e profetizarão (Joel 2:28 ). O Deus, pois, que fez a promessa, pelo profeta, de que Ele enviaria Seu Espírito sobre toda a raça humana, foi quem, de fato, enviou; e o próprio Deus é anunciado por Pedro como tendo cumprido a própria promessa.”

Contra Heresias (Livro 3, Capítulo 17:2)

Esse Espírito que Davi pediu para a raça humana, dizendo: E estabeleça-me com o Teu Espírito que predomina; que também, como diz Lucas, desceu no dia de Pentecostes sobre os discípulos após a ascensão do Senhor, tendo poder de admitir todas as nações para a entrada da vida, e para a abertura da nova aliança; de onde também, com uma harmonia em todas as línguas, eles proferiram louvor a Deus, o Espírito trazendo tribos distantes à unidade, e oferecendo ao Pai as primícias de todas as nações. Por isso também o Senhor prometeu enviar o Consolador, João 16:7, que deve nos juntar a Deus.

Contra Heresias (Livro 5, Capítulo 6:1)

Por esta razão, o apóstolo declara, falamos sabedoria entre aqueles que são perfeitos, 1 Coríntios 2:6, denominando perfeitos aqueles que receberam o Espírito de Deus, e que, pelo Espírito de Deus falam em todas as línguas, como  Ele mesmo também costumava falar. Da mesma maneira, nós também ouvimos muitos irmãos na Igreja, que possuem dons proféticos, e que por meio do Espírito falam todos os tipos de línguas, e trazem à luz coisas ocultas aos homens para o benefício geral, e declaram os mistérios de Deus, a quem também o apóstolo denomina espiritual, sendo eles espirituais porque eles participam do Espírito, e não porque sua carne foi retirada e levada embora e assim tornaram-se puramente espirituais.

É evidente aqui, a partir de seus escritos, que o dom de línguas era a capacidade de falar em uma língua estrangeira. O objetivo do dom era levar todos os povos e nações a uma harmonia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s